Logótipo Brás & Filho - Jantes e Pneus

Mais de 250 000 pneus vendidos nos últimos 10 anos

  • Porto 225 090 985
  • Gaia 227 418 330
  • Espinho 227 344 530

Significado das inscrições na lateral dos pneus

Na lateral de um pneu, o condutor encontra um conjunto de códigos alfanuméricos que o auxiliam a identificar o pneu em si e a constatar se, de facto, esse pneu é o mais adequado para o seu carro.

No livrete de condução constam as medidas dos pneus do carro e, como tal, o condutor deve ter em atenção se está a infringir alguma regra de condução, pois, se as medidas dos pneus que tem no seu carro são diferentes daquelas que são apresentadas no livrete de condução, corrija-as o quanto antes, caso contrário não se livra de uma multa pesada.

No fundo, as inscrições na lateral de um pneu para carro são o bilhete de identidade do próprio pneu, pois dão a conhecer ao condutor a marca do pneu, série, as suas medidas, o limite de carga, a velocidade máxima a que esse pneu deve transitar e uma outra série de informações cruciais que lhe garantem se está a utilizar os pneus certos para o seu carro.

Como ler um pneu

O que significam as inscrições na lateral dos pneus?

As inscrições que surgem no flanco de um pneu passam como que despercebidas aos olhos da maioria. Podem ser por exemplo: 205 55 16. Contudo, é lá que se encontram todas as características de um determinado pneu, o que facilita e simplifica a vida de um automobilista na revisão e manutenção do seu carro. E são várias as especificações técnicas que surgem na lateral de um pneu. Observe-as:

A marca do pneu:
Revela quem é o fabricante do pneu;
Tipo de pneu:
Define a utilização correcta do pneu. A letra P significa que é um pneu para veículos de passageiros; LT significa que é para camionetas;
Largura do pneu:
Largura do pneu
A largura do pneu é medida em milímetros (mm), de um flanco ao outro. A largura de um pneu é classificada em séries de 10 mm e varia nos automóveis convencionais entre os 125 e 335 mm. Existem também os pneus especiais em que as medidas variam entre os 160 e 240 mm. É de realçar que a largura de um pneu difere de fabricante para fabricante e depende da largura da jante na qual o pneu será montado.
Relação entre a altura e a largura do pneu:
Relação entre a altura e a largura do pneu
O resultado desta relação surge em percentagem (%). As marcas /55, /60, /70, entre outras, significam que a altura do pneu equivale a uma determinada % da largura do mesmo. Por exemplo: a inscrição “205/55 16”, indica que a altura do flanco tem 80% da largura do pneu;
Os pneus radiais (R):
Radial
Atualmente, os pneus radiais são o tipo de pneu mais frequente e são caracterizados pelo alinhamento radial de cordas dentro de um pneu. A sua utilização traduz-se numa maior resistência na rodagem a velocidades elevadas, melhor aderência, o que possibilita um maior conforto na condução. Ainda continuam a ser produzidos, em casos especiais, pneus do tipo diagonal. Nestes casos, os indicadores “D” ou “-” estarão inscritos na lateral do pneu ao invés do indicador “R”;
Diâmetro da jante:
Diametro da Jante
O diâmetro da jante é apresentado em polegadas (cada polegada equivale a 25,4 mm) e é determinado pela medida diagonal entre os dois extremos da jante. As medidas mais comuns variam entre “10” e “20”. Existem alguns fabricantes que apresentam estas medidas em milímetros e estas variam entre 315 mm e 440 mm;
Índice de carga de um pneu:
Índice Carga
Todos os pneus têm uma indicação do índice de carga, que corresponde ao peso máximo suportado sobre cada pneu. Cada valor do índice de carga está presente numa tabela padrão que relaciona a capacidade de carga do pneu e a pressão de ar do mesmo. Por exemplo: o índice de carga“80”, equivale ao peso máximo de 450 kg. Contudo, se um pneu que tem o índice de carga “65” e, na sua viagem, suporta mais de 300 kg, isso significa que o desgaste das peças será maior e levará ao aumento dos consumos de combustível;
Índice de carga kg
65 290
66 300
67 307
68 315
69 325
70 335
71 345
72 355
73 365
74 375
75 387
76 400
77 412
78 425
79 437
80 450
81 462
82 475
83 487
84 500
85 515
86 530
87 545
Índice de carga kg
88 560
89 580
90 600
91 615
92 630
93 650
94 670
95 690
96 710
97 730
98 750
99 775
100 800
101 825
102 850
103 875
104 900
105 925
106 950
107 975
108 1000
109 1030
110 1060
Índice de velocidade de um pneu:
Índice de Velocidade
Todos os pneus têm na sua lateral uma letra que indica a velocidade máxima para a qual o pneu foi desenvolvido. Esta é a velocidade máxima a que os pneus devem circular, não quer dizer que o condutor deva circular à velocidade correspondente, pois, acima de tudo, deve respeitar os limites legais que constam no código da estrada. Pode verificar a que velocidade corresponde cada letra através da tabela seguinte:
Simbolo Vmax km/h Vmax mph
N 140 87
P 150 93
Q 160 99
R 170 106
S 180 112
T 190 118
H 210 130
V 240 149
W 270 168
Y 300 186
ZR 240 ou superior 149
VR 269 ou superior 167
Data de fabrico:
O código DOT indica que o pneu está em conformidade com as normas do Departamento de Transportes Americano. A certificação de acordo com as normas europeias é expressa através do símbolo “E” ou “e” (ECE- R 30). Este código permite ao condutor verificar a idade do próprio pneu, pois, de forma encriptada visualiza a semana e o ano em que o pneu foi desenvolvido. Por exemplo: o número 1908 significa que o pneu foi produzido na 19ª semana do ano 08, ou seja 2008. Desde a data de fabrico 1/10/1998 (quadragésima semana de 1998 ou número DOT 408) esta sinalização na lateral do pneu é obrigatória em toda a Europa. Caso um veículo seja inspecionado e não cumpra estes requisitos, o carro é classificado com tendo um “defeito grave”. Por conseguinte, quando surge um pequeno triângulo à direita dos dígitos, isso significa que os pneus foram fabricados nos anos 90;
Indicador de desgaste:
A sigla TWI (Tread Wear Indicator), encontra-se distribuída por toda a lateral do pneu e indica o limite de desgaste do piso do pneu. O limite legal é 1,6 mm e as barras transversais ficam ao mesmo nível dos blocos do piso quando atingem este limite. Quando o desgaste do pneu é superior a esta medida, isso diminui a segurança e a estabilidade do carro na estrada. Esta é uma das revisões mais importantes a fazer a um determinado carro;
Indicadores extra:
Para os pneus com capacidade de carga elevada, o condutor encontra a palavra “reinforced”, que indica que o pneu foi reforçado para uma carga maior, o que por si só aumenta os níveis de segurança do próprio carro;
Indicação da adequação do pneu:
Cada tipo de pneu está optimizado para uma estação do ano específica e essa é uma informação que consta na lateral de um pneu para carro. Os pneus de inverno são identificáveis pelas ranhuras transversais que apresentam e pela utilização de dois símbolos característicos: “M+S” (Mud+Snow, que significa: Lama+Neve). Os pneus com esta indicação foram testados para serem utilizados em condições climatéricas desfavoráveis e são os que garantem a melhor prestação de um carro na estrada na época de inverno.

Pneus com tecnologia Run Flat

Esquema de Comparação de um pneu convencional e um RFT

São pneus usados em algumas viaturas como primeiro equipamento.

São pneus que têm os flancos reforçados que permitem suportar a carga da viatura em caso de perda de pressão.

Vantagem de evitar a imobilização da viatura e continuar a circular numa velocidade de 80 k/h .

LOGO

A Brás & Filho, Lda. é um dos principais armazenistas de pneus e jantes do Norte de Portugal. É especializada em serviços auto e motard, dispondo ainda de uma variada gama de acessórios para automóvel e de um centro de recuperação de jantes danificadas. A Brás & Filho, Lda. está presente no Porto, em V. N. Gaia e em Espinho.